Óbidos nos Séculos XIX e XX: território, elites e unidades de produção